Consulta médica: 5 coisas que você não pode esquecer

consulta médica
6 minutos para ler

Você costuma se preparar para ir a uma consulta médica? Muito provavelmente, a sua reação a essa pergunta foi de total e completo estranhamento, certo? Se sim, não se preocupe: muitas pessoas não fazem a menor ideia de como ir ao consultório médico devidamente preparadas para encarar a consulta do melhor modo possível.

Embora o médico guie a sua consulta e sua anamnese do modo que achar melhor, os pacientes também têm todo o direito de ter voz ativa no consultório. Afinal, aquele é um momento importante de autoconhecimento, e a participação de ambas as partes é fundamental para que o diagnóstico seja mais efetivo e o tratamento também se torne muito mais eficaz.

A seguir, conversaremos melhor sobre a importância da preparação para uma consulta médica e mostraremos algumas dicas para que você saiba exatamente o que fazer nesses momentos e como se preparar adequadamente para os encontros com o especialista responsável pela sua saúde. Boa leitura!

Como funcionam as consultas médicas?

A consulta médica é vista por muitos como uma obrigação e, por conta disso, é comumente mal aproveitada pelos pacientes. Esse momento, no entanto, é uma excelente forma de se autoconhecer e de garantir que seu tratamento seja sempre o melhor possível.

Nas consultas, o médico colherá informações importantes sobre sua saúde, estilo de vida e queixas por meio de uma entrevista (conhecida como anamnese) e também pelo exame físico básico.

A partir de seu histórico e dos achados do exame físico, ele solicitará novos exames, que podem ser testes de sangue (hemograma), fezes, urina ou, até mesmo, de imagem (como no caso das ultrassonografias, ressonâncias magnéticas e tomografias). Tudo isso será necessário para um diagnóstico muito mais certeiro e um tratamento realmente eficaz.

Qual é a importância da preparação para as consultas?

Agora, conversaremos brevemente sobre os principais benefícios trazidos pelo preparo efetivo para as consultas médicas, e mostraremos como cada um deles beneficia tanto os pacientes quanto os profissionais responsáveis pelo atendimento. Confira!

Otimiza tempo

Uma das principais vantagens de se preparar para a consulta médica é a otimização do tempo de todos os envolvidos. Isso, é claro, não significa que as consultas serão necessariamente mais curtas, mas que o tempo disponível será melhor aproveitado para a realização de um bom exame clínico e de uma conversa mais tranquila entre profissional e paciente.

Estreita os laços com o profissional

Estreitar a relação com o nosso médico é outra das maiores vantagens para a preparação de consultas. Conhecer o profissional que lida com a nossa saúde e desenvolver um bom relacionamento com ele, aumentando a confiança entre as partes, é sempre benéfico para qualquer tipo de tratamento que o paciente fizer.

Faz o diagnóstico ser mais rápido

Com as devidas informações em mãos, a comunicação entre as partes se torna muito mais eficiente. Assim, o diagnóstico é feito de maneira bem mais rápida, sem a necessidade de dar muitas voltas até que as informações necessárias sejam extraídas do paciente. Isso facilita a consulta e a torna mais fluida e eficiente.

Torna o tratamento mais eficiente

Já que falamos de diagnóstico, precisamos também mencionar a importância desse cuidado para os tratamentos. Afinal, ao conhecer bem o dia a dia, as queixas e outras características da vida do paciente, o médico pode estabelecer um protocolo de tratamento que atenda às demandas daquele indivíduo de forma personalizada e respeitando suas particularidades.

Amplia os conhecimentos sobre o próprio corpo

Por fim, um bom preparo para a consulta abre portas para algo muito importante: o autoconhecimento. Um atendimento completo permite que o paciente passe a se conhecer melhor e possa tirar as mais variadas dúvidas com o médico. Assim, as próximas consultas se tornam ainda melhores, já que o paciente saberá exatamente como o seu próprio organismo funciona.

Como podemos nos preparar para uma consulta médica?

Agora que já vimos como a preparação para as consultas é eficaz, que tal conversarmos sobre os métodos utilizados para que possamos nos preparar para esse momento? A seguir, veremos dicas simples, mas eficazes quando se trata de uma consulta de qualidade para todos os envolvidos. Observe!

1. Crie uma lista de perguntas e prioridades

Antes de ir para a sua consulta, elabore uma pequena lista de prioridades, perguntas e queixas que você pretende discutir com o seu médico. Isso torna o encontro mais dinâmico e evita que perguntas importantes sejam levadas de volta para casa sem serem respondidas devido ao esquecimento.

2. Leve os exames anteriores

Outro ponto que facilita bastante a vida de todos os envolvidos na consulta é a existência de exames anteriores. Isso, é claro, não quer dizer que seja necessário levar exames que não tenham relação com a sua queixa atual ou com a especialidade do médico que o atende. Atenha-se apenas aos testes que tenham algo a ver com a consulta do momento.

3. Leve o nome dos medicamentos que toma

Levar as receitas médicas (ou pelo menos o nome dos medicamentos tomados e o horário das doses) é outro fator importante. Nesse caso, leve informações sobre todos os remédios, ainda que não tenham a ver com a especialidade médica em questão. Esse tipo de informação é fundamental para que novos fármacos sejam prescritos, já que muitas vezes pode ocorrer algum tipo de interação medicamentosa.

4. Anote os sintomas

Os sintomas também devem ser anotados, junto com as queixas e perguntas. Saber exatamente o que está acontecendo ajudará o médico a traçar um diagnóstico mais preciso e, muitas vezes, os pacientes costumam se esquecer de informações importantes.

5. Faça um pequeno diário

Criar o hábito de fazer um pequeno diário de sintomas é algo que pode ajudar bastante em alguns casos. Anotar o horário em que os sintomas aparecem pode fazer com que o médico consiga correlacionar eventos e interligá-los, agilizando o diagnóstico e o tratamento para cada paciente.

Como podemos observar, uma consulta médica não deve ser guiada unicamente pelo médico. O paciente também precisa estar ativamente presente no momento, participando da consulta e, junto com o médico, construindo o melhor plano de tratamento para o seu caso específico. Por isso, encare as consultas por uma óptica diferente e observe de perto todos os benefícios que isso traz para a sua saúde!

Agora que já conhecemos a importância do preparo para consultas médicas e os impactos que isso traz para a saúde dos pacientes, que tal conferirmos um pouco mais sobre a importância dos check-ups anuais e quais exames compõem essa estratégia? Boa leitura!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-