Você entende a diferença entre plano de saúde e seguro saúde?

seguro saude
6 minutos para ler

No nosso país, a assistência médica é uma obrigação do Estado e direito de todos. Todavia, o país ainda passa por muitos obstáculos no trajeto para o seu avanço. Além disso, o acesso à saúde pública é uma decisão da Constituição que ainda batalhamos para que se concretize.

Infelizmente, o poder público até o momento não utiliza recursos para disponibilizar um atendimento de qualidade, rápido e completo quando é mais necessário. Por esse motivo, foram criadas alternativas mais eficazes, como seguro saúde e plano de saúde.

Você sabe quais são as diferenças entre eles? Neste post tiraremos todas as suas dúvidas!

O que é plano de saúde?

O plano de saúde nada mais é que um serviço disponibilizado por uma organização privada que abrange atendimentos com psicólogos, médicos, fisioterapeutas, laboratórios etc., de acordo com a categoria escolhida. Cada organização tem uma rede própria de atendimentos, mudando muito no tocante à abrangência e cobertura.

As organizações de grande porte geralmente disponibilizam um serviço que seja mais robusto e de qualidade, tendo uma ampla cobertura, recomendada para quem tem o costume de viajar bastante ou faz mudança de cidade constantemente. O plano de saúde é disponibilizado em alguns tipos, como:

  • individual: plano personalizado para um indivíduo. Normalmente, é a alternativa mais custosa de todas. Além disso, tem sido muito rara a busca por esse tipo de plano de saúde por causa de reajustes mais elevados a cada ano, da inflexibilidade contratual e pelo valor cobrado;
  • familiar: assiste toda uma família, incluindo o casal, filhos e os pais dos contratantes. Sendo uma alternativa viável, mas que considera elementos como o estilo de vida de todos, perfil, idade e doenças já preexistentes. Logo, pode variar bastante o valor devido a essas questões;
  • coletivo por adesão: normalmente contratado por associações e sindicatos de trabalhadores, sendo disponibilizado aos beneficiários. Nesse cenário, o plano é realizado considerando particularidades das pessoas atendidas e não as peculiaridades individuais;
  • empresarial: é realizado por uma instituição privada ou pública para atender seus funcionários. Ele pode ser obtido normalmente a partir de 3 pessoas, por todos os portes de empresas. É uma versão econômica, que pode custar bem mais barato e é descontado na folha de pagamento. Uma organização terceirizada ou o empregador é responsável por todas as burocracias desde o momento de encaminhar documentações até a negociação de reajustes feitos todos os anos.

O que é seguro saúde?

Ao contrário dos planos de saúde que apresentam profissionais cadastrados em sua rede credenciada, ele proporciona liberdade para que seja escolhido o laboratório, o médico, a clínica etc. Logo, o seguro saúde tem o intuito de realizar o reembolso do cliente por despesas médicas com exames clínicos, internações, cirurgias, consultas e tratamentos diversos, sendo que esses serviços podem ser selecionados pelo segurado.

É preciso que esse reembolso seja realizado em todas as categorias, conforme o plano selecionado. Hoje em dia, algumas operadoras oferecem serviços que são referências, isto é, uma rede credenciada de médicos e funcionários recomendados. Nesses cenários, o pagamento é realizado diretamente pela seguradora ao prestador.

O segurado paga uma espécie de mensalidade que é conhecida como “prêmio” e funciona assim: todos os segurados garantirão a assistência uns dos outros diante da quitação do prêmio. Em partes, cada mensalidade é referente ao risco do custo dos tratamentos realizados por cada pessoa segurada. Atua assim, como uma “cooperativa” de promoção da saúde.

O que o plano e o seguro de saúde têm em comum?

É muito comum as pessoas confundirem os seguros de saúde com os planos de saúde e muitos chegam a considerar os dois termos como sinônimos. O fato é que essa dúvida se fundamenta tendo em vista que os seguros e os planos têm muitas coisas em comum, mesmo que não sejam a mesma coisa.

Powered by Rock Convert

Para se ter uma ideia, em alguns casos, a Agência Nacional de Saúde (ANS) determina regras idênticas para essas duas modalidades. Contudo, antes de serem citadas as diferenças entre elas, é preciso falar do que têm em comum.

O fato é que ambos têm a mesma finalidade: disponibilizar assistência médico-hospitalar caso haja necessidade, não sendo necessário utilizar a rede pública — que em várias partes do Brasil disponibiliza um serviço aquém dos padrões de qualidade aguardados.

No que tange à carência, também existe uma semelhança. Cada contrato determinará os períodos do plano e seguro de saúde. Esse é o período em que os serviços não devem ser usados pelo usuário, por mais que paguem o prêmio e as mensalidades. Logo, não tem como fugir, independentemente da escolha.

Quais as principais diferenças entre eles?

O plano de saúde é um serviço oferecido por uma instituição privada que fornece atendimento médico, contando com cardiologistas, clínicos gerais, dermatologistas, laboratórios, entre outros. Já o seguro saúde refere-se, na verdade, a um contrato de seguro que reembolsa o usuário por suas despesas médicas referentes a exames laboratoriais, consultas, cirurgias, tratamentos.

Tanto o seguro saúde quanto o plano de saúde têm o mesmo objetivo: disponibilizar assistência hospitalar e médica aos seus clientes. A diferença é que, no caso do seguro saúde, o beneficiário tem total liberdade de escolha de hospitais, médicos e laboratórios.

Com o seguro saúde, é possível realizar consultas em entidades e profissionais que não sejam conveniados. O reembolso com gastos médicos nesse serviço é valido por todo o país, todavia, o valor pago dependerá do tipo de seguro contratado.

Já no plano de saúde, os usuários têm o serviço de assistência médica oferecido por profissionais e empresas que sejam credenciados pela operadora. Há também categorias de planos que podem disponibilizar a livre escolha com reembolso, porém, nessa situação é preciso incluir essa alternativa no contrato.

Por fim, tanto os planos de saúde quanto os seguros têm a mesma finalidade e a relação que se forma com o associado é da mesma natureza. É preciso que todos os consumidores estejam muito atentos ao assinarem seus contratos com as operadoras de planos e seguros de saúde, independentemente da proteção legal.

É de suma importância conhecer o conteúdo das cláusulas contratuais e suas determinações referentes às coberturas, reembolsos, carências, profissionais credenciados etc., a fim de fazer valer os seus direitos.

Agora que você sabe qual a diferença entre plano de saúde e seguro saúde, entre em contato conosco e conheça os serviços que oferecemos.

Banner Fale com um especialistaPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-