Vacina da gripe: tire agora mesmo suas dúvidas sobre o assunto!

6 minutos para ler

Mesmo com todas as medidas para conter a pandemia do novo coronavírus no Brasil, como o isolamento social imposto pelas autoridades governamentais, ainda é recomendado pelos médicos que a população tome a vacina da gripe, mantendo o calendário de vacinação em dia.

Embora não possa combater a COVID-19, ela previne a contaminação dos subtipos do vírus influenza (H1N1 e H3N2), além de aumentar as defesas do organismo contra as gripes comuns. Por isso, neste artigo separamos as principais dúvidas que as pessoas têm em relação à vacina da gripe e que você precisa sanar agora mesmo.

Continue a leitura para saber mais sobre o assunto!

Como funciona a vacina da gripe?

Seguindo a mesma lógica de outros tipos de vacinas: a medicação é composta por proteínas do próprio vírus inativado, nesse caso, a gripe influenza e suas subcategorias. Assim que a substância entra em contato com as células do corpo, uma resposta imunológica é provocada e, consequentemente, anticorpos são desenvolvidos para combater o micro-organismo.

Caso o vírus tente infectar a pessoa, a memória de seu sistema imunológico reativará a defesa, eliminando a ameaça antes que a doença seja desencadeada.

A vacina da gripe não é a mesma todos os anos?

Não, pois os vírus da gripe, incluindo os seus subtipos, sofrem mutações. Isso acontece porque os próprios causadores da patologia passam por constantes mudanças conforme viajam pelo mundo afora (é isso mesmo, o vírus circula mais do que podemos imaginar).

A gripe é tão perigosa a ponto de precisar de vacina?

Para que você tenha uma ideia, mais de 650 mil pessoas morrem anualmente por causa da gripe, de acordo com dados levantados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Isso ocorre porque, além dos sintomas comuns — nariz entupido, febre alta, dor no corpo e cansaço —, a doença pode gerar complicações mais graves, como pneumonia e até infarto.

A vacina da gripe garante mesmo o efeito?

Sim! A vacina da gripe é composta por partículas muito importantes para a produção de anticorpos pelo organismo, o que garante uma imunização ativa. O Ministério da Saúde recomenda que ela seja tomada todos os anos, pois, além de ser segura, reduz significativamente as chances de complicações mais graves da doença, óbitos e internações.

Quem pode tomar a vacina da gripe?

Todas as pessoas devem tomar a vacina da gripe, no entanto, alguns grupos são suscetíveis a riscos maiores e a complicações da doença e, por isso, são considerados preferenciais.

Como a gripe é uma patologia que atinge o sistema respiratório, com um alto potencial de transmissão, é altamente recomendado que os indivíduos com sistema imunológico mais frágil sejam vacinados — como crianças e idosos acima dos 60 anos. Afinal, a imunização é fundamental para que a doença não evolua para um quadro mais grave.

Powered by Rock Convert

Os grupos de pessoas com mais propensão a precisar de hospitalização por causa do vírus da gripe são:

  • crianças com menos de seis anos;
  • pessoas com mais de 60 anos;
  • gestantes;
  • pessoas com doenças crônicas — hipertensão e diabetes;
  • pessoas com imunodeficiência.

Lembrando que alguém pode contrair o vírus da gripe diversas vezes no decorrer da sua vida. Portanto, manter a vacinação em dia é indispensável para que todos se protejam contra surtos sazonais, comuns principalmente nos meses mais frios.

Por que a vacina da gripe é recomendada durante o surto de coronavírus?

Agora vamos ao ponto que provavelmente trouxe você até este artigo. Pois bem, o fato é que, ao aumentar as defesas do organismo contra o vírus influenza, o indivíduo fortalece o sistema imunológico e, consequentemente, o sistema respiratório. Até o que sabemos, pessoas com debilitações por causa de outras doenças têm maior tendência a sofrer impactos significativos quando entram em contato com o coronavírus.

Sendo assim, em casos de suspeita de COVID-19, antecipar a vacina da gripe é uma forma de ajudar a acelerar o diagnóstico. O profissional da saúde já pode descartar o vírus influenza no processo de triagem, ao ser avisado pelo paciente sobre a vacinação. Assim, a pessoa pode ser encaminhada para o exame de diagnóstico da COVID-19.

A questão é que quanto mais gente for vacinada contra a gripe, menor o índice de circulação do vírus influenza e, por consequência, menos casos de gripe. Desse modo, os prontos-socorros e hospitais são desafogados e os leitos passam a ser destinados aos pacientes que testaram positivo para coronavírus.

Quanto tempo leva para fazer efeito?

O período necessário para que o corpo humano produza os anticorpos e combata o vírus da gripe leva entre duas a três semanas. É importante destacar que, durante esse intervalo de tempo, a pessoa ainda pode ser contaminada pela gripe.

Quais são as contraindicações da vacina?

De acordo com o Ministério da Saúde, a vacina da gripe pode apresentar algumas contraindicações, tais como:

  • pessoas com antecedentes de alergia grave à neomicina e ao timerosal (Merthiolate);
  • indivíduos com doença febril aguda — nesses casos, a vacina pode ser administrada normalmente assim que a fase febril passar;
  • pessoas alérgicas às substâncias da vacina não podem ser imunizadas e, portanto, para se protegerem contra o vírus influenza, devem seguir as mesmas recomendações indicadas para prevenir o coronavírus.

Quais são as possíveis reações à vacina?

Embora seja raro, alguns indivíduos podem apresentar reações adversas à vacina da gripe por causa de processos que o próprio sistema imunológico desencadeia, gerando sintomas como endurecimento da pele, vermelhidão e dor no local da aplicação. Algumas pessoas, ainda, podem sentir mal-estar e febre baixa.

Como você pôde conferir neste conteúdo, a vacina da gripe é fundamental para que todos mantenham o sistema imunológico protegido contra o vírus influenza e seus subtipos. Embora não combata o coronavírus, tal medida é indispensável, já que até a gripe comum pode evoluir para quadros mais sérios em indivíduos que fazem parte dos grupos de risco.

Essas informações sobre a vacina para a gripe foram úteis para você? Outros podem se interessar pelo tema. Então aproveite para compartilhar este post nas redes sociais com seus amigos e familiares!

Banner Fale com um especialistaPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-