Você sabe quais são os sintomas da hepatite? Veja aqui!

sintomas da hepatite
4 minutos para ler

De acordo com uma pesquisa realizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a qual foi divulgada no portal de notícias G1, 1,4 milhão de pessoas morre devido à hepatite. Esses números são alarmantes porque esse número chega perto da quantidade de mortes causadas pela AIDS.

Nesse sentido, é de suma importância que você esteja atento aos sintomas da hepatite para procurar um médico o quanto antes e, assim, aumentar as chances de sucesso no tratamento.

Pensando em ajudá-lo, escrevemos este post para mostrar quais são os principais sintomas da hepatite, seus tipos, causas e como tratá-la. Acompanhe!

Quais são os tipos de hepatite?

Hepatite é uma doença que ocorre quando uma inflamação no fígado é desenvolvida. Essa doença apresenta vários tipos, como:

  • hepatite A: quando a inflamação é causada por um vírus, sendo um dos casos de tratamento mais simples;
  • hepatite B: nesse caso, a inflação também é causada por um vírus, no entanto, a hepatite B é considerada uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST);
  • hepatite C: por ser considerada uma doença silenciosa, ou seja, seus sintomas podem demorar décadas para aparecer, a hepatite C é o pior de todos os tipos;
  • hepatite alcoólica: é causada pelo consumo excessivo de álcool;
  • hepatite medicamentosa: é uma grave infecção no fígado, causada pelo consumo em excesso de remédios ou devido à hipersensibilidade a algum medicamento;
  • hepatite autoimune: doença rara caracterizada pela inflamação do fígado, provocando uma destruição progressiva do órgão. É provocada pelo sistema imunológico.

Quais são os sintomas?

Para facilitar a sua compreensão, vamos listar os principais sintomas da hepatite de acordo com cada tipo. Acompanhe!

Hepatite A

Normalmente, os sintomas aparecem de duas a quatro semanas depois do contato com o vírus. Esse tempo decorrido é chamado de período de incubação do vírus. Os principais sintomas são:

  • vômitos e náuseas;
  • fadiga;
  • dor abdominal;
  • falta de apetite;
  • urina escura;
  • amarelamento dos olhos e pele.

Hepatite B

Nesse caso, os sintomas começam a surgir de dois a quatro meses após o contato com o vírus, apresentando os seguintes sintomas:

  • urina escura;
  • febre;
  • dor nas articulações;
  • diminuição do apetite;
  • vômitos e náuseas;
  • fraqueza e cansaço;
  • amarelamento da pele.

Hepatite C

A hepatite C costuma ser um pouco mais difícil de ser diagnosticada precocemente, já que seus sintomas geralmente não aparecem na fase inicial da doença. Seus principais sintomas são:

Powered by Rock Convert
  • sangramento no estômago ou esôfago;
  • inchaço no abdômen;
  • urina escura;
  • dores abdominais;
  • cansaço;
  • coceira;
  • febre;
  • perda do apetite;
  • náuseas e vômitos.

Hepatite alcoólica

Os sintomas desse tipo de hepatite podem incluir:

  • perda de peso;
  • olhos e pele amarelados;
  • fadiga;
  • perda do apetite;
  • náuseas e vômitos;
  • inchaço no corpo, em especial na barriga.

Hepatite medicamentosa

Esses sintomas, normalmente, surgem de maneira repentina, devido ao uso do medicamento que ocasionou a infecção. Dentre eles estão:

  • amarelamento da pele e região branca dos olhos;
  • coceira no corpo;
  • febre baixa;
  • mal-estar;
  • náuseas e vômitos;
  • fezes claras;
  • urina escura.

Hepatite autoimune

Seus sintomas podem ser similares à hepatite aguda clássica e apresentar:

  • amarelamento nos olhos;
  • enjoo;
  • febre;
  • fraqueza;
  • dores no abdômen.

Como é realizado o tratamento?

A hepatite A, normalmente, é curada pelo próprio organismo, o qual se encarrega de eliminar o vírus. No entanto, mesmo assim um médico precisa ser consultado para apontar o que você deve fazer para acelerar esse processo.

A hepatite B pode se tornar uma doença crônica, mas isso não ocorre em todos os casos. Se o tratamento indicado for realizado corretamente, o vírus pode ficar inativo, diminuindo as chances do desenvolvimento de câncer no fígado ou cirrose.

A hepatite C, por sua vez, em casos mais complexos, é tratada com medicamentos antivirais durante algumas semanas.

No caso da hepatite medicamentosa, o médico suspenderá imediatamente o remédio que está provocando o problema, caso isso não seja suficiente, é possível que o profissional receite corticoides para normalizar o funcionamento do fígado.

Para tratar a hepatite alcoólica, é necessário contar com o auxílio de um hepatologista, o qual vai orientar o paciente a se desfazer do uso de bebidas alcoólicas e prescreverá medicamentos para aliviar os sintomas das doenças.

Por fim, a hepatite autoimune, que não tem cura. Contudo, existem tratamentos eficazes que ajudam a controlar a doença, os quais devem ser indicados por um profissional qualificado.

Banner Fale com um especialistaPowered by Rock Convert
Você também pode gostar
-